Notícias:

28

Fevereiro

Consumidor dita tendência das embalagens de soft drinks

O destino correto dos resíduos tem recebido uma atenção maior do consumidor brasileiro. É o que revela o relatório da indústria de ‘Packaging’ no Brasil, realizado pela Euromonitor International, provedor de pesquisa de mercado. Segundo o relatório, há uma ampla oferta de alternativas para embalagens sustentáveis para o setor de soft drinks no Brasil como driver para impactar um número cada vez maior de consumidores preocupados com o meio ambiente. Em razão disso, o consumidor tem aderido às diretrizes das organizações ambientais, a exemplo da luta contra a utilização de plástico, o que levou as pessoas a procurarem produtos alternativos. 

O Indicador de Consumo Consciente de 2019, do SPC Brasil, reafirma o estudo da Euromonitor e aponta que 83% da população nacional preferem consumir produtos em embalagens recicláveis. A pesquisa mostra ainda que, para 75% dos entrevistados, o compromisso do fornecedor com ações ambientais e sociais faz diferença na hora da compra. 

A questão das embalagens sustentáveis será debatida durante a segunda edição da ANUFOOD Brazil -- Feira Internacional Exclusiva para Alimentos e Bebidas, entre os dias 9 e 11 de março no São Paulo Expo. 

O levantamento da Euromonitor também indica que existem outras soluções de embalagem mais ecológicas que estão caindo no gosto popular como a utilização de materiais biodegradáveis, aumentando assim a procura por esses produtos. Dentro da linha da sustentabilidade, o estudo aponta que os retornáveis de carbonatados, além de populares, também representam preços mais competitivos. 

“A preocupação com o meio ambiente foi um dos temas de maior destaque no último ano e apontado como uma das principais tendências de comportamento do consumidor para os próximos anos. Os consumidores estão, cada vez mais, buscando formas de diminuir o seu impacto ambiental e isso tem pressionado organizações para passarem a oferecer soluções sustentáveis. Essa demanda impulsiona a criação de novos modelos de negócios, que evitam a geração de resíduos e chamam a atenção de consumidores que estão adotando a sustentabilidade por meio de produtos mais duradouros ou até mesmo de uma logística de distribuição mais eficiente. Modelos de assinatura e opções reutilizáveis ou com refis ganharam tração como soluções para atender as demandas éticas, ambientais e de sustentabilidade. À medida que mais empresas integrarem embalagens reutilizáveis ou estratégias de logística sustentáveis às suas linhas de produtos, essa opção será menos uma vantagem competitiva e mais uma característica essencial para diferenciação de marcas. De qualquer forma, é importante que os consumidores entendam que mais crítico do que uma embalagem de um ou outro material, é como eles mesmos fazem o descarte e a separação destes resíduos”, afirma Angelica Salado, gerente de pesquisa da Euromonitor International. 

Para o presidente da ABIR - Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas, Alexandre Jobim, a embalagem é essencial para a indústria de bebidas não alcoólicas. “Trate-se de um importante cartão de visita, ou seja, a primeira impressão do consumidor ao se deparar com o produto nas prateleiras. Portanto, quanto mais atrativa no formato, design, cores, sustentabilidade, mais cativará o consumidor. Além do aspecto visual, também é essencial na conservação e durabilidade de nossos produtos, garantindo assim a segurança alimentar de nossos consumidores”. 

 

 

 

Vídeos do YouTube:

Confira nosso canal

Parceiros:

Parceiros de mídia:

Hotel Oficial:

Montadora:

Realização: