Notícias:

06

Abril

Cooperativa Vinícola Garibaldi registra safra histórica em 2020

A colheita de uva que se encerrou em março trouxe para a Cooperativa Vinícola Garibaldi frutas com ótima graduação de açúcares, essenciais para a elaboração de produtos ainda mais especiais.

Uma combinação de fatores contribuiu para que essa safra obtivesse resultados tão animadores, a ponto de ser classificada como histórica pelo departamento de enologia da vinícola. “As condições climáticas foram muita favoráveis durante todo o período de maturação das uvas. Tivemos poucas chuvas no período de janeiro a março, o que permitiu alcançarmos no vinhedo a maturação ideal para cada tipo de vinho que elaboramos, seja branco, tinto ou espumantes”, explica o enólogo da Garibaldi Ricardo Morari.

A safra 2020 fecha a década sendo, talvez, a melhor dos últimos 10 anos, ao lado da de 2012. A maior maturação do fruto trouxe, além de açúcares, outros componentes naturais da uva que permitirão produtos de excelente qualidade. “No caso das uvas brancas para espumantes, tivemos um bom equilíbrio entre a acidez e os açúcares, permitindo vinhos bases e espumantes frescos e com bom volume. Já os tintos apresentam-se com maior potencial de guarda, coloração intensa e com teor alcoólico mais elevado, porém equilibrado com os demais componentes do vinho”, analisa Morari.

Neste ano, a Garibaldi recebeu 20,1 milhões de quilos de uva. Somente das cepas destinadas à elaboração de espumantes, houve um acréscimo de quase 20% em relação à safra passada, principalmente das variedades Chardonnay, Pinot Noir, Prosecco, Trebbiano e Moscatos. “Esse aumento se deve, em boa parte, à produção de novos vinhedos implantados nos últimos anos visando atender à crescente venda dos espumantes”, destaca o enólogo.

 

Foto: Augusto Tomasi/Vagão Filmes 

Vídeos do YouTube:

Confira nosso canal

Parceiros:

Parceiros de mídia:

Hotel Oficial:

Montadora:

Realização: