Notícias:

29

Abril

Envase Brasil movimenta R$ 100 milhões em negócios


Palco de apresentações de novidades e tecnologias para o setor industrial de bebidas e alimentos, a Envase Brasil encerra nesta quinta-feira (28), em Bento Gonçalves. A feira é considerada um dos principais eventos do segmento na América Latina. A estimativa dos organizadores é de que a Envase tenha movimentado mais de R$ 100 milhões em negócios, superando as expectativas iniciais. 

A feira iniciou na última terça-feira (26) e reuniu cerca de 130 expositores em estandes que contemplam marcas de pelo menos 12 países. Até a tarde desta quinta-feira, cerca de seis mil pessoas passaram pela Fundaparque para conferir novidades em tecnologia, produtos e serviços.  “Os expositores se mostraram otimistas e satisfeitos especialmente com a qualidade do público. Conseguimos trazer nomes de peso do setor tanto nas palestras, como também nas visitas. Foi uma edição muito positiva nesse momento de retomada”, destaca Vicente Puerta, presidente da feira. 
A programação para essa edição foi pensada nos mercados produtores de vinhos, espumantes, sucos, cervejas, lácteos, cachaça e destilados, azeites e água mineral. O acesso à Envase Brasil foi gratuito. “Os visitantes da Envase vieram para a feira com a intenção de fazer negócios e ficaram impressionados com a variedade dos lançamentos”, avalia Joaquim Puerta, diretor comercial da feira. 

O volume de negócios gerados nesta edição e a aproximação das marcas expositoras com uma gama de clientes qualificados gerou entusiasmo para quem é do setor. Conselheiro da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e diretor da Robopac, Judenor Marchioro se mostra otimista também para o período pós-feira. "A Envase surpreendeu nesta edição. Estamos vivendo um momento de retomada dos eventos, e a realização de uma feira tão qualificada como foi a deste ano certamente impulsionará as próximas edições. Trabalharemos para que em 2024 ela tenha ainda mais força", afirma o empresário. "Nosso setor é um dos que mais cresceu nos últimos dois anos, tanto com máquinas agrícolas ou industriais. Este é o momento de preparar os empresários, executivos para que as empresas possam trabalhar ainda mais e com mais qualidade. É um momento promissor", avalia.
 
Eventos paralelos aqueceram a programação da Envase

Além de conferir os lançamentos dos expositores, o visitante da Envase Brasil teve acesso a uma imersão de informações e novidades do setor por meio dos eventos paralelos da feira. Foram mais de 15 palestras e encontros que promoveram debates setoriais.

No segundo e no terceiro dia de feira, o destaque da programação ficou por conta do Beverage Day. O evento reuniu uma série de palestras com temas em alta para o mercado de bebidas, como tecnologia, sustentabilidade e inovação. 

Na quarta-feira, Aline Eggers Bagatini, CEO da Bebidas Fruki, falou sobre inovação como estratégia de sustentabilidade na indústria de bebidas. Para ilustrar o anseio da marca por criações inovadoras, ela listou cases que aproximaram a Fruki dos consumidores finais por meio de iniciativas sustentáveis e que também transitaram em temas diferentes para uma indústria de bebidas, como meio ambiente, saúde e até moda. “Com ações assim, nos conectamos cada vez mais com as pessoas. O público valoriza muito essas ações, os torna mais amigos da marca”, afirmou. Entre os exemplos que Aline contou está a parceria com a plataforma Grilo Mobilidade. No mês de outubro de 2021, a união das marcas possibilitou que mulheres da capital gaúcha fossem levadas gratuitamente até clínicas parceiras para realizar exames de saúde da mama.
O tema gestão de equipes também foi abordado no primeiro dia do Beverage com Bruno Severo, diretor do AB&M Desenvolvimento. Entre as ações que podem fortalecer o engajamento das equipes nas empresas, o especialista citou o compartilhamento e o incentivo na prática dos valores da empresa. "É importante selecionar, contratar e promover pessoas alinhadas com os valores da empresa e não considerar apenas o currículo", ensinou. Severo destacou ainda que estimular a formação interna é um ponto essencial para o bom gerenciamento das equipes. "Não se pode buscar apenas profissionais prontos no mercado", acredita. O especialista reforçou ainda que uma boa gestão de equipe precisa envolver os funcionários na construção de visão de futuro e estratégia da empresa.

O segundo dia do Beverage Day, realizado nesta quinta-feira, contou com a palestra de Fausto Padrão, gerente de engenharia da Coca-Cola Andina. Ele fez explanações sobre Indústria 4.0 e destacou a importância da revisão dos processos nessa transformação. “A automação só é eficaz a partir de processos mapeados”, reforçou. Padrão também salientou que a Indústria 4.0 não se trata apenas de tecnologia: existe também uma questão cultural envolvida. “Cada negócio possui o seu próprio modelo de Indústria 4.0. Não existe uma metodologia pronta. A otimização dos processos não pode vir de dentro para fora. Só vocês conhecem realmente a empresa de vocês”, ensinou.
 


Foto: Augusto Tomasi/Vagão Filmes 

Vídeos do YouTube:

Confira nosso canal

Parceiros:

Parceiros de mídia:

Hotel Oficial:

Montadora:

Realização: